Dia Mundial da Poupança: ideias para poupar

Comece por realizar o seu orçamento mensal, contrabalançando os seus rendimentos e as suas despesas, avaliando o seu equilíbrio financeiro.

Poupar tem de ter objetivos

Todos nós temos ideais e ambições, sejam eles comprar uma casa, um carro, fazer obras de remodelação ou até a viagem de sonho. Para tal é necessário definir uma estratégia, ou seja, poupar para conseguir alcançar essa meta que definimos.

Crie um pé-de-meia pessoal

Por outro lado ao longo da vida podem surgir imprevistos e despesas inesperadas que podem ter efeitos desastrosos nos nossos orçamentos familiares. Portanto é fundamental que tenha uma poupança para acautelar essas situações, aquilo que tradicionalmente se chama um pé-de-meia.

Faça o seu orçamento familiar

Comece por realizar o seu orçamento mensal, contrabalançando os seus rendimentos e as suas despesas, avaliando o seu equilíbrio financeiro. Vai ver que é possível pré-definir o montante de que poderá dispor, após o pagamento das despesas fixas. É com esse capital que iniciará a poupança, que certamente irá render.

Controle as suas finanças pessoais

É muito importante  planear e controlar as suas finanças pessoais para atingir os objetivos que definiu. Ter sempre o espírito crítico para tentar analisar o mercado, e verificar se, por exemplo, está a pagar um preço justo pelos serviços essenciais: água, luz, gás e telecomunicações. Existe, cada vez mais, uma maior oferta de pacotes/tarifas, pelo que a palavra de ordem deve ser comparar preços para alcançar uma redução na totalidade das despesas, aumentando o montante que pode poupar.

Fonte: Jornal Económico

Share this post

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *