Ir viver para o interior pode garantir apoios até 4800 euros

O programa “Trabalhar no Interior” vai ser apresentado, esta segunda-feira, pelo Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social.

Um dos objetivos do programa “Trabalhar no Interior” é dar apoio financeiro a trabalhadores ou estudantes que estão a entrar no mercado de trabalho que se mudem para o interior.

Para os interessados neste apoio, que vai começar durante o 1.º trimestre de 2020, é necessário que celebrem um contrato de trabalho no interior.

A governante declarou que o valor base do apoio, dado pelo Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP), se situa nos 2600 euros, mas que este pode chegar aos 4800 euros, em função das despesas de instalação e transporte, bem como por cada membro do agregado.

Segundo a ministra, também será dado um apoio financeiro às empresas — como a majoração de 25% no apoio à criação de empresa para a contratação de desempregados —, majorações em estágios no interior e no Programa Regressar.

A ministra considera que este programa vem colmatar uma lacuna, tratando-se de “criar medidas de discriminação positiva para atrair e fixar pessoas e trabalhadores nos territórios do interior, apoiando as pessoas e as empresas”.

Share this post

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Inscrição





Ao usar este formulário concorda com a nossaPolítica de privacidade.